Como Eu Me Vejo

Eu não sou de conversar sobre essas coisas, mas acho válido dessa vez. Por anos e anos da minha vida eu sofri com a minha aparência. Eu sempre me achei gorda demais, as pernas grossas demais, a cintura muito larga, os ombros largos, os peitos grandes. Sempre me incomodou.

E na maior porte desse tempo em que eu não me aceitava, eu tinha apenas 15 anos, jogava handebol todos os dias, tinha um corpo lindo (que só 10 anos depois eu pude ver).

Agora, aos 25 anos perdi os 23kg que acumulei nos últimos 5 anos e, por mais que não tenha sido do jeito mais agradável que existe (tive que tirar a vesícula numa cirurgia de emergência), eu comecei a gostar mais do que eu via no espelho, comecei a me achar verdadeiramente bonita.

Até que vesti esse lookinho, tirei as fotos e as achei lindas. Me senti linda, tô toda tatuada do jeito que sempre quis, não me incomodo com minhas estrias. Pensei “Vou tacar um vingette e postar”. Minutos antes de postar: “nossa, olha a minha papada, credo, essas gordurinhas nas minhas costas, meu braço tá muito grande!”.

É muito difícil, galera, essa aceitação de nós mesmas é difícil, essa pressão que nos colocamos, sempre queremos mais, e mais. Nunca estamos satisfeitas. Mas temos que nos lembrar: nós somos LINDAS, nós somos ÚNICAS e nós somos EXTREMAMENTE ESPECIAIS do jeitinho de somos. Por favor, lembrem de se amar!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s