The Perfect Mug Cake

Hello guys,

How’s your Sunday going? Mine, as always, is going pretty lazy, haha, and due to my recently acquired food restrictions (in case you just got here, I am recovering from a nasty pancreatitis), I had to learn how to make easy, fast and tasty recipes. As much as I don’t like spending a lot of time in the kitchen, I do LOVE to eat, specially if it is cake!

So today I am here to share with you guys a SUPER easy and fast recipe that turns out delicious every time! It is perfect for breakfasts, afternoon snacks, and overall any moment you feel like eating something sweet.

The best part about this recipe is that you can adapt it to almost any diet, it can even be a vegan mug cake if you want it to. I like to say that it can be completely fat, completely fit or a perfect in between, which is what I like to do! So let’s stop stalling and get to the recipe!

The ingredient list is very simple:

  • 1 egg;
  • 4 tablespoons of milk (I have been using lactose free milk now, but you can use anything from regular milk to almond milk);
  • 4 tablespoons of sugar (I have been using raw sugar, but you can use regular sugar, or even brown sugar if you’d like);
  • 3 tablespoons of oil (here is the thing: if you are using porcelain mugs, they are non sticky, so you can use no oil at all, or, like I do, you can use regular melted butter, 1 tablespoon is the perfect amount for me, you can even use coconut oil!)
  • 2, 3 or 4 tablespoons of chocolate powder, I use the regular Nestlé one, I tried using just cocoa powder, but my cake got extremely dry, so now, I do 2 tablespoons of regular chocolate powder and one table spoon of cocoa powder;
  • 4 table spoons of wheat ( I have been using rice wheat, and to me it tastes amazing, but you can use regular wheat, almond wheat and even oatmeal flower);
  • 1 coffee spoon of baking powder;
  • Now you mix it all veeeeeeeeeery very well, and put it in the microwave for 3 and a half minutes, I like to add 70% cocoa chocolate chips and mix it to the batter, they melt and make your cake moist (I know many people hate that word, sorry), and it’s perfect!

Now some things to take into consideration:

1- The egg can be substituted by mashed bananas;

2- If you are going to use melted butter like me, the butter has to be the first ingredient you put inside the mug, then you put it in the microwave for 15 to 20 seconds and it should be good to go. Keep in mind to put the dry ingredients right after the melted butter, or the cold milk, DO NOT add the egg straight to the hot melted butter, ok?

3- If you make this recipe, please share it on your stories and tag me on instagram, (https://www.instagram.com/barbaraconrado), I want to know if the people who make it, like it!

Being honest, I probably eat one of those mug cakes 3 times a week, I just love them so much! It is easy, quick, delicious AND all you need is ONE mug, so there is no mess to clean up after, isn’t it just perfect?

That’s all I have for you guys today, I hope you enjoyed this post, don’t forget to send me your feedbacks!

Byeee, see you on the next post 🙂

Ohhh, and I’ll let you in on a little secret! You know where I got this recipe from? A MUG! I bought it a few years back and I just adapted the recipe with different ingredients!

O Bolo de Caneca Perfeito

Olá pessoas,

como vocês estão nesse domingo? Eu, como sempre, estou com preguiça, haha, e devido às minhas restrições alimentares adquiridas recentemente (caso você tenha caído de paraquedas por aqui, estou me recuperando de uma pancreatite!), tive que aprender receitas fáceis, rápidas e gostosas. Apesar de eu não gostar de passar muito tempo na cozinha, eu AMO comer, ainda mais se for bolo!

Então hoje vim dividir com vocês uma receita MEGA fácil e rápida que fica deliciosa e é perfeita para comer no café da manhã, lanche da tarde, ou a qualquer momento que bata aquela vontade de comer um docinho!

A melhor parte dessa receita é que você pode adaptá-la da forma que você preferir, ela pode, inclusive se tornar uma receita vegana, pode ser totalmente fat, totalmente fit, ou o meio termo, que é o que eu faço. Então deixa eu parar de enrolar e passar logo essa receitinha para vocês!

A lista de ingredientes é bem simples:

  • 1 ovo;
  • 4 colheres de sopa de leite (agora estou usando o sem lactose, pode também ser leite de amêndoas ou qualquer outro que você use para substituir);
  • 4 colheres de sopa de açúcar, eu uso o açúcar mascavo, mas você pode usar o refinado comum, ou até mesmo o mascavo!
  • 3 colheres de sopa de óleo, MAS VEJA BEM, a caneca de porcelana é feita de um material anti aderente, ou seja, você pode pular essa parte e fazer SEM ÓLEO NENHUM, ou com uma menor quantidade, e até óleo de coco. Eu uso uma colher de manteiga derretida, e para mim, fica perfeito!
  • 2, 3 ou 4 colheres de sopa de chocolate em pó. Eu uso 2 colheres de sopa do Nescau com 30% menos açúcar e uma colher de sopa de cacau em pó. Da vez que tentei usar apenas o cacau, o bolo ficou muito seco, então resolvi fazer dessa maneira;
  • 4 colheres de sopa de farinha. Eu uso a farinha de arroz agora, pois não posso comer glúten, mas você pode usar a farinha branca normal, ou até mesmo farinha de aveia ou amêndoas!
  • 1 colher de café de fermento em pó;
  • Agora mistura tudo beeeeeeem misturadinho e coloca por 3 minutos e meio no microondas! Eu ainda coloco gotas de chocolate 70% cacau e misturo junto e fica uma delicia pois elas derretem e o bolo fica molhadinho.

Algumas coisas a serem levadas em consideração:

1- O ovo pode ser substituído por banana amassada!

2- Se você, como eu, for usar a manteiga derretida, coloque ela como primeiro ingrediente na caneca, coloque por 15 a 20 segundos no microondas, e depois acrescente os ingredientes secos ou o leite, NÃO jogue o ovo diretamente por cima da manteiga quente!

3- Se você fizer a receita, não esquece de postar nos stories e me marcar (https://www.instagram.com/barbaraconrado), quero saber se que fez gostou!

De verdade, devo comer um bolinho desses umas três vezes por semana, é muito fácil, rápido e com pouquíssima sujeira, você só precisa de UMA caneca, não é perfeito?

Por hoje é isso, galera, espero que vocês tenham gostado, e não esqueçam de me mandarem seus feedbacks!

Beijos e até o próximo post 🙂

aaah, e um segredinho nosso aqui, sabem de onde tirei essa receitinha? De uma caneca hahaha, só fui ajustando com o passar dos anos e esses que fiz essas ultimas semanas, para mim foram os melhores até agora!

Friends and Changes

I came across this phrase a few days ago and it really stuck with me because I know exactly what it is talking about!

For YEARS in my life I was afraid of being exactly who I am for fear of losing friendships. I forced myself to be someone I wasn’t, someone I wasn’t proud of, I would wake up every day, look at myself in the mirror, take a deep breath and put on a “mask”, a facade, to pretend everything was ok.

I would laugh at things I didn’t think were funny, I would hear horrible comments about other people and not say a single thing, I let people who were absolutely nothing special act like they were better than other people without saying a word.

Until one day I got tired of it, I got tired of laughing at stuff that wasn’t funny, got tired of trying to please everyone. I was one of those lucky kids who got the chance to do two exchange programs, the ones that last a month, with people I had never seen before, and at those, I was who I actually wanted to be.

I was myself, weird, funny, a clown, grumpy. I learned so much about different cultures and different realities, I saw that the world was much bigger than that life we had at school.

When I returned from one of those programs I decided to simply be me, the Barbara that was free of judgments, that knew that the world was made up of different people and that was the beauty of it!

And at that time I lost SEVERAL “friends”, but the ones who stuck around and took me in showed me that I can be whoever I want to be and they will still love me.

People that, even though they didn’t fully understand where I was coming from, supported me and urged to learn, they might have taken their own time, but they learned to see the beauty in the differences, learned to judge less.

People that, in their own way, make the world a better place, and a more beautiful one to live, people who allowed me to be who I was fully, that allowed me to choose myself.

And that, my friends, has been the best choice I’ve ever made, and continue to make every single day, it isn’t always easy, but I keep choosing myself 💖

Os amigos e a Mudança

Eu me deparei com essa frase no Instagram esses dias e ela bateu bem forte aqui, porque eu sei exatamente do que ela está falando!

Por ANOS da minha vida tive medo de ser exatamente quem eu era por medo de perder amizades. Eu me forçava a ser uma pessoa que não era, uma pessoa da qual eu não me orgulhava, acordava todos os dias, me olhava no espelho, respirava fundo e colocava a “máscara”, uma fachada para fingir que estava tudo bem.

Ria de piadas que não achava engraçadas, ouvia comentários horríveis sobre outras pessoas e não falava nada, deixava pessoas que não eram absolutamente nada especiais, se sentirem e agirem como se fossem melhores que as outras, sem dar nem um pio.

Até que um dia eu cansei cansei de rir de coisas que não tinham graça, cansei de tentar agradar a todos. Eu fui uma daquelas pessoas que teve MUITA sorte na vida, fiz dois intercâmbios daqueles de um mês, com pessoas que nunca havia visto antes, e neles, eu era eu mesma, era quem eu queria ser.

Era do meu jeitinho, esquisita, engraçada, palhaça, reclamona. Aprendi muito sobre diferentes culturas e diferentes realidades, vi que o mundo era muito mais do que aquela vidinha que levávamos na escola.

Na volta de um desses intercâmbios decidi ser somente eu, a Barbara que era livre de julgamentos, que sabia que o mundo era feito de pessoas diferentes e que isso era lindo.

E naquele momento, eu perdi DIVERSOS “amigos” mas os que ficaram me acolheram e me mostraram que eu posso ser quem eu quiser e eles vão continuar me amando.

Pessoas que, mesmo não compreendendo, me apoiaram e quiseram entender, que podem ter levado um tempo, mas conseguiram ver a beleza das diferenças, e aprenderam a julgar menos as outras pessoas.

Pessoas que, do jeitinho que podem, fazem do mundo um lugar melhor e mais bonito de se viver, pessoas que me permitiram ser quem eu era plenamente, que deixaram que eu me escolhesse!

E essa, meus amigos, foi a melhor escolha que fiz, e continuo fazendo todos os dias, nem sempre é fácil, mas eu continuo me escolhendo 💖

L’Oréal Elseve Hidra (Hyaluronic) Review

Hyaluronic acid has been used in skin care products for years, because of its hydrating power on the skin, it works by attracting water molecules to keep the skin hydrated and filled. Also being responsible for tissue repair and regeneration.

As for the hair, its filling action retains the hydration in the hair fiber for much longer!

With this in mind, it’s no surprise that so many brands are creating a hairline with the active. And today we are here to talk about the L’Oréal Paris range.

I have been using the products for over two weeks now, and I can say that I will be using them for much longer! Since I started using the shampoo and conditioner, my hair is looking more “alive”, the strands have become looser and lighter.

The curls are intact and the hair is looking very well hydrated, which is very important considering that my hair is extremely bleached, and I am always dying it and using general chemistry on it.

Comparing L’Oréal’s shampoo and conditioner with other products on the market that offer the same benefits, it wins points by having a lower price, with a quality as good as the others I’ve tried.

In addition to the shampoo and conditioner, the brand also launched a night hydration product, which can be used on wet or dry hair. It promises to hydrate your hair without weighing it down the next day.

As a moisturizer, it does what it promises, it works very well, but I felt that the strands are a little heavy the next day, it may be that my hair is too thin, and that in thicker hair it works better. For me, the only way to use it is on the day before washing my hair. And the results are wonderful!

That’s all, folks! I hope you enjoyed the review! See you next time!

Kissy kissy bye bye 💕

Resenha L’Oréal Elseve Hidra (Hialurônico)

O ácido hialurônico já vem sendo usado em produtos de skin care há anos, por conta de seu poder de hidratação, na pele, ele age atraindo moléculas de água para manter a pele hidratada e preenchida. Também sendo responsável pela reparação e regeneração de tecidos.

Já nos cabelos, sua ação preenchedores retém a hidratação na fibra capilar por muito mais tempo!

Sabendo disso, não é surpresa nenhuma que tantas marcas estejam criando uma linha capilar com o ativo. E hoje estamos aqui para falar da linha da L’Oréal Paris.

Já estou usando os produtos há mais de duas semanas agora, e posso dizer que vou usá-los por muito mais tempo! Desde que comecei a usar o shampoo e o condicionador, meu cabelo ficou com mais vida, os fios ficaram mais soltos e leves.

Os cachinhos estão intactos e o cabelo está com uma aparência de muito bem hidratado, o que é muito importante, levando em conta que meu cabelo é extremamente descolorido, e estou sempre usando tintas, tonalizantes e química em geral.

Comparando o shampoo e o condicionador da L’Oréal com outros produtos do mercado que oferecem os mesmos benefícios, ele ganha por ter um preço mais baixo, com uma qualidade tão boa quanto os outros que já usei.

Além do shampoo e do condicionador, a marca também lançou um produto de hidratação noturna, que pode ser usado em cabelo molhado ou seco. Ele promete hidratar o cabelo sem deixá-lo pesado no dia seguinte.

Como hidratante, ele cumpre o que promete, funciona muito bem, mas eu senti que os fios ficam sim, um pouco pesados no dia seguinte, pode ser que meu cabelo seja muito fino, e que em cabelos mais grossos ele funcione melhor. Para mim, a única forma de usá-lo é um dia antes de lavar o cabelo. E o resultado é maravilhoso!

Por hoje é só, pessoal! Espero que tenham gostado da resenha! Nos vemos na próxima!

Beijos 💕

About Tattoos

July 25th 2013, the day I got my first tattoo! After so much asking for it, so much thinking, daydreaming, I finally got it! At the peak of my 17 years of age, leaving home to go to college, all I could think about was “freedom”. Today, 43 tattoos later, I think I can finally say that I became what I wanted the most: the tattooed woman that isn’t afraid to express herself and show her marks and her feelings on her skin. If I regret any of them? NEVER! Many of those tattoos were seen as rebel acts and treated as such, so I pride myself in each one that I carry with me, because I am the only one who knows how much I fought to get the FREEDOM of owning my own body. If I would change any? Maybe someday, but regret it? NEVER!

Sobre Tatuagens

25 de Julho de 2013, o dia que eu fiz a minha primeira tatuagem! Depois de tanto pedir, de tanto pensar, imaginar, eu finalmente consegui. No auge dos meus 17 anos, saindo de casa para a faculdade, tudo o que eu conseguia pensar era “liberdade”. Hoje, 43 tatuagens depois, eu acho que posso finalmente dizer que me tornei aquilo que eu mais queria: a mulher toda tatuada que não tem medo de se expressar e de mostrar suas marcas e sentimentos na pele. Se eu me arrependo de alguma? JAMAIS! Muitas dessas tatuagens foram vistas como atos de rebeldia e tratadas como tais, então me orgulho de cada uma que carrego comigo, pois só eu sei o quanto lutei para conseguir a LIBERDADE de ser dona do meu próprio corpo. Se eu mudaria alguma? Talvez um dia, mas me arrepender, JAMAIS!

O Segredo por trás do meu colorido!

Três anos atrás comecei minha jornada com cabelos totalmente coloridos. Antes disso, sempre fazia mechas, pintava só a parte de baixo, ou um pouquinho aqui e outro ali. Até que um dia decidi que ia pintar o cabelo todo!

Fui numa especialista, escolhemos as cores, ela fez um trabalho MARAVILHOSO, mas depois de três lavadas, a cor virou pastel. Foi aí que comecei a pesquisar maneiras de 1- fazer as cores durarem mais e, 2- tintas para que eu pudesse comprar e fazer meu cabelo em casa.

Descobri a Kamaleao Color, uma marca de cosméticos BRASILEIRA, VEGANA E QUE NÃO TESTA EM ANIMAIS! Os tonalizantes deles são livres de amônia, peróxidos e parabenos.

Por ser uma pessoa cheia de alergias, comprei a menor embalagem para poder testar, e nossa, me apaixonei, não me deu alergia, o cheirinho é maravilhoso, e não maltrata o seu cabelo!

Sem contar que as cores duram MUITO tempo, o azul e o verde, são as cores que mais duram para mim, já passei mais de dois meses sem precisar retocar. O rosa, que não é uma cor que adere tão bem ao meu cabelo, já durou mais de um mês!

A única cor que realmente não ficou no meu cabelo (infelizmente) foi o vermelho, mas vermelho de qualquer marca sai rápido do meu cabelo então não os culpo. Cada pessoa e tipo de cabelo vão ter as cores que aderem melhor ou pior.

De qualquer forma, sempre que me perguntam, eu indico a Kamaleao, porque realmente confio neles, já vi crianças e grávidas utilizando os produtos deles, e o atendimento ao cliente é impecável!

Se você está pensando em colorir suas madeixas (pense muito bem antes, porque da muito trabalho, se vocês quiserem, eu posso até fazer um post ou vídeo falando sobre a realidade de ter cabelo colorido, se vocês quiserem!), passa lá no site deles e veja as diversas opções de cores e tonalidades que eles tem! Uma mais linda que a outra!

https://www.lojakamaleaocolor.com.br/p/duvidas-frequentes

About my acne

I have received a few questions (from people who were actually concerned and I thank you guys for caring about me) and comments (those weren’t as welcomed) about the little spots on my face.

It’s acne, like the ones you get when you are a teenager. Apparently, some people start having acne after they turn 25 years old (I know, it’s crazy).

If I’m being honest they do not bother me, I know they are there, I literally feel them since some of them can be quite painful, and I’ve been treating them, I’ve been to two dermatologists, but we still haven’t managed to find the perfect formula to get them to go away.

I could wear make up to cover them up, but I really don’t feel like it. I could use photoshop to remove them, but…why? I know we have been taught our entire lives to cover up any “imperfections” that might appear in our bodies.

But in all honesty they only started bothering me after a few “what is that in your face” comments. I’ve already had a talk with myself and I got to the conclusion that: it is normal, 18 year old Barbara would spend hours in front of the mirror and spend tons of money on make up. 25 year old Barbara understands that it is ok, nobody is perfect and I am not bothered for having spots on my face.

That is all.