O Segredo por trás do meu colorido!

Três anos atrás comecei minha jornada com cabelos totalmente coloridos. Antes disso, sempre fazia mechas, pintava só a parte de baixo, ou um pouquinho aqui e outro ali. Até que um dia decidi que ia pintar o cabelo todo!

Fui numa especialista, escolhemos as cores, ela fez um trabalho MARAVILHOSO, mas depois de três lavadas, a cor virou pastel. Foi aí que comecei a pesquisar maneiras de 1- fazer as cores durarem mais e, 2- tintas para que eu pudesse comprar e fazer meu cabelo em casa.

Descobri a Kamaleao Color, uma marca de cosméticos BRASILEIRA, VEGANA E QUE NÃO TESTA EM ANIMAIS! Os tonalizantes deles são livres de amônia, peróxidos e parabenos.

Por ser uma pessoa cheia de alergias, comprei a menor embalagem para poder testar, e nossa, me apaixonei, não me deu alergia, o cheirinho é maravilhoso, e não maltrata o seu cabelo!

Sem contar que as cores duram MUITO tempo, o azul e o verde, são as cores que mais duram para mim, já passei mais de dois meses sem precisar retocar. O rosa, que não é uma cor que adere tão bem ao meu cabelo, já durou mais de um mês!

A única cor que realmente não ficou no meu cabelo (infelizmente) foi o vermelho, mas vermelho de qualquer marca sai rápido do meu cabelo então não os culpo. Cada pessoa e tipo de cabelo vão ter as cores que aderem melhor ou pior.

De qualquer forma, sempre que me perguntam, eu indico a Kamaleao, porque realmente confio neles, já vi crianças e grávidas utilizando os produtos deles, e o atendimento ao cliente é impecável!

Se você está pensando em colorir suas madeixas (pense muito bem antes, porque da muito trabalho, se vocês quiserem, eu posso até fazer um post ou vídeo falando sobre a realidade de ter cabelo colorido, se vocês quiserem!), passa lá no site deles e veja as diversas opções de cores e tonalidades que eles tem! Uma mais linda que a outra!

https://www.lojakamaleaocolor.com.br/p/duvidas-frequentes

Meu Cabelo

Se vocês me conhecem há bastante tempo, ou até mesmo se acabaram de chegar aqui, acho que perceberam que eu vivo mudando a cor do meu cabelo.

Todas as tem um pouco de significado por trás. E hoje eu vou tentar explicar um pouco do que se passa dentro dessa minha cabecinha.

Tenho que começar pegando lá atrás e explicar que enquanto eu crescia, eu AMAVA rosa, mas com o tempo passei a me forçar a não gostar, pelo simples fato de ser considerada uma cor feminina.

E eu fazia de tudo para me afastar dessa ideia de ser “menininha”. Eu detestava ouvir “menina não pode fazer isso”, “isso não é coisa de menina”, “se comporta”, “moça não fala assim”. Como boa questionadora, fazia de tudo para me rebelar contra esses estereótipos.

Em 2018, quando pintei meu cabelo de rosa, eu estava começando a enxergar o “ser mulher” como “ser poder”, mulheres são fortes, ser menininha não significava ser menor ou deixar de fazer algo que eu gostaria.

Quando eu pintei meu cabelo de azul, no começo de 2019, eu tinha acabado de passar por dois momentos que me fizeram voltar para aquele lugar de não gostar do feminino, e do ser mulher. Eu queria me afastar disso tudo, tanto que com o cabelo azul vieram as roupas pretas e largas.

Depois disso passei por algumas cores sem muito significado, sem muita intenção, nada ficava, eu sempre voltava para o azul.

Em 2020 fui para o vermelho, aquela era uma cor que me fazia sentir poderosa novamente, com o vermelho eu era segura, foi quando meu estilo mudou, comecei a me sentir melhor comigo mesma, a ter mais confiança.

Esse ano voltei para o azul, ele é confortável, fácil, mesmo que eu amasse o vermelho, eu comecei a achar que talvez chamasse muita atenção.

Agora, decidi ir para o verde, o verde é a minha esperança; esse ano já começou com dificuldades, e situações desconfortáveis, que requerem muita, muita esperança, e isso se espelha em mim, e no meu cabelo.